Essa é a lista definitiva dos candidatos com os nomes mais bizarros das eleições 2016

Toda eleição é a mesma história: uma infinidade de candidatos bizarros surge no horário eleitoral para pedir o seu voto. Nesse ano não será diferente. Em jingles, santinhos, comícios e aparições no rádio e na televisão, de norte a sul, de leste a oeste, alguns dos nomes mais estranhos que você jamais ouviu falar tentarão a sorte na urna. Aqui, selecionei muitos deles.

Há uma lista de candidatos quase proibidos. Há o Piroca, em Pracuúba, um pequeno município com pouco mais de 4 mil habitantes no interior do Amapá; o Rola, em Açucena, Minas Gerais; o Bilau, em Salgado, no Sergipe; o Pinto, em Casa Nova, na Bahia; o Saco, que concorre no paupérrimo município de Santo Antônio do Içá, no interior do Amazonas; o Toba, em Miranda do Norte, no Maranhão; e o Cacete, pleiteando a Câmara dos Vereadores em São Francisco do Conde, na Bahia.

Mas eles não são os únicos. Tem ainda a Pepeca, de Matacara, na Paraíba; a Xana, de Imigrante, no Rio Grande do Sul; a Ana Paula Tejano, de Contagem, Minas Gerais; e a Xereca, de Monguagá, no litoral paulista.

Há candidatos para todos os gostos. Há o Biscoito, de Aparecida D’Oeste. E o Bolacha, de Pinhal da Serra. Há o Coxinha, de Monções. E o Mortandela (isso mesmo, com n), em Santa Tereza do Oeste.

Por todo país, não falta sujeira. Há o Estrume, o Bosta Quente, o Cagado e o Merda. E os que querem limpar a sujeira, como o Sabonete, o Shampoo, o Sabão e o Desodorante.

Em Goiás tem Piriguete e tem Delícia. Em Pernambuco tem a Natália a Gostosa. Em Mato Grosso tem a Evaneide a Gata. E em Minas Gerais tem a Irene a Cara da Riqueza. Mas beleza e nobreza não são uma unanimidade. Tem Mocreia em Buriti, Feioso em Juramento, Cara Feia em Três Barras do Paraná, Cara de Pneu em Ouro Branco, Cabaço em Tucumã, Todo Feio em Conceição da Barra e o candidato bizarro chamado Bizarro, em Breu Branco. Há também o Diabo Loiro, o Satanas, o Demônio, o Diabinho, o Filho do Padre e o Mensageiro do Apocalipse.

Há bocas de todos os tipos. Tem o Boca Aberta, o Boca Nervosa, o Boca Torta, o Boca Xoxa, o Boca de Vei, o Boca de Pia e até o Boca Junior. E pães para todas as bocas. Tem o Pão Velho, o Pão Molhado, o Pão Doce, o Pão Seco, o Pão Torrado, o Pão de Queijo e o X-Salada.

Há os salvadores da pátria, direto dos quadrinhos: o Batman, o Hulk, o Homem Aranha, o Wolverine e a Mulher Maravilha. E os personagens de tv e cinema, do Darth Verde ao Bob Esponja. Além dos inúmeros Kikos, Chaves e Chiquinhas, têm também o Seu Barriga, o Seu Madruga, o Nhonho e o Chapolin.

Há também os candidatos que se limitam a nomes de países. A América Latina marcará presença nas eleições desse ano. Há o candidato Brasil e a candidata Argentina. Mas eles não são os únicos. Há também o Chile, Paraguai, Bolívia, Peru, Panamá e Cuba.

Em São Miguel do Oeste, no interior catarinense, há um candidato a vereador chamado Vereador. E outros tantos com nomes de cargos espalhados pelo país: o Deputado, o Prefeito, o Presidente, o Senador. Em Feliz Deserto, um antigo aldeamento de índios caetés no leste alagoano, há um candidato chamado Governo.

Os covers e os homônimos também marcarão presença. Em Curitiba, há um candidato a vereador chamado Sergio Moro. Além de um Vin Diesel Curitibano e um Tony Ramos Popular Tony Boneco, há também um Zé Ramalho Cover, um Silvio Santos Cover, um Tiririca Cover e um Michel Jackson Cover.

cms-image-000512712

Do Chuí ao Caburaí, há os candidatos com nomes mais bizarros possíveis. Há o Silvanio do Boquete, em Água Boa, Minas Gerais. E o Super Biba, em Edéia, Goiás. O Joaquim,gas, Ovo, Queijo e Pão, no Rio de Janeiro. E o Helio Quebra Bunda, em Cachoeira, Bahia. O Cueca, em Porto Alegre do Norte, Mato Grosso. E o Bigode Safadão, em Macau, Rio Grande do Norte.

No estado de São Paulo há um Vovô do Funk e uma Vovó Equilibrista. E há desses que passaram dessa pra melhor: o candidato Morto, em Taquaritinga, o Já Morreu, em Embu-Guaçu, o Pé Na Cova, em São Luis do Paraitinga e até um Gasparzinho Camarada, em Araçariguama.

Há também os candidatos animais ao redor desse grande zoológico que é o nosso país: Perereca, SapoCavalo, Jegue, Bode, TatuGalinha, Pernilongo, Mosca, Formiga, Peixe, Mosquito.

Há o Jumento e o Cavalinho, o Dadinho e o Zé Pequeno. A Xuxa e a Mara Maravilha, o Bebê e o Velhinho. Tem Big BrotherNovela. Tem Papai e Mamãe. Tem Soneca e Soninho.

Os presidentes americanos marcarão presença também. Há um candidato a vereador chamado Barack Obama, em São Paulo; um Jimmy Carter, no Rio Grande do Sul; um John Kennedy, no Maranhão; e um Bill Clinton, no Ceará (tem também um Jorge Bush no interior de Pernambuco).

Juntando os candidatos certos, é possível criar até um prato de comida típico brasileiro: tem Feijão, Arroz, Farofa, Bife, BatatinhaSalada (com Tomate, CebolaMilho Verde, Cenoura e Repolho). E tudo isso acompanhado de VinagreMostardaPimenta e um Pacote de Sal.

Os filmes também estão presentes, do Wall Disney ao Zé do Caixão: tem o Titanic, o Vento Levou, o Gladiador e o Ben-Hur.

Tem os candidatos pouco confiáveis, como o Mentiroso, o Perigoso, o Burro Veio, o Doidão Natural e o Preguiça. E os candidatos que não querem chamar muita atenção, como o Ninguém e o Sem Nome. Além daqueles que roubam o bordão dos outros, como o Meu Nome É Eneas, e os que preferem focar em seus companheiros, como a Esposa do Baixinho do Gás, a Mulher do Professor e o Joelson Marido da Julia (que é oficialmente solteiro).

Tem os candidatos que dão medo, como o Bin Laden e o Stalin. E os candidatos ponto de exclamação: tem o Pensando em Você, em Jaboatão dos Guararapes; o Agora e Nois, em Guaçuí; o Aonde É, em Fortaleza; o Chega Pra Cá, em Barrinha; o Belezinha, em Caicó; o Fala Comigo Jovem, em Ourizona; o Nada Me Aborrece, em Além Paraíba; o Caraka-Meu, em Sena Madureira; e o Hang Louse, em São Luís.

O Brasil definitivamente é um grande picadeiro.

crowbanner